Entenda tudo sobre o futuro do trabalho em home office

Tempo de leitura: 5 minutos

O começo do ano de 2020 foi marcado pela descoberta do novo coronavírus (COVID-19). Com isso, tivemos que nos readaptar a um novo estilo de vida. Essa fase nos obriga a ficarmos em quarentena por um período indeterminado e nos trouxe mais um desafio: incluir a empresa dentro do nosso lar, o tão conhecido trabalho em home office (do inglês, escritório em casa).

Mesmo sendo uma “novidade” para muitos, essa modalidade flexível de trabalho à distância já existe há anos e é bastante comum em muitos países, como nos Estados Unidos, China e na Alemanha.

Para muitos, foi um desafio ter que preparar um espaço dentro de casa para montar seu próprio escritório e executar o trabalho sozinho, mantendo contato remoto com a equipe. Não basta só encontrar o ambiente ideal, é preciso providenciar a tecnologia adequada que dará suporte ao serviço, entre outros fatores que compõem a estrutura do trabalho em home office.

Porém, ao mesmo tempo em que desafiou, também se tornou uma vantagem para trabalhadores e empresas. Com a flexibilidade de trabalhar de casa, o funcionário acaba tendo mais liberdade com horários, além de desfrutar do conforto do lar, segurança e autonomia para o trabalho. Para a empresa, “a conta fica mais barata”.

Benefícios do trabalho em home office:

– Comodidade: estar em casa proporciona uma sensação de conforto e segurança. Com isso, o trabalhador fica mais à vontade para cumprir as tarefas do dia a dia;

– Flexibilidade: não existe a necessidade de acordar horas mais cedo para se preparar para o dia, dirigir até o trabalho ou utilizar o transporte público, justamente porque você mora no seu serviço;

– Mais produtividade: Trabalhar em casa te permite mais organização para cumprir as metas, além de não ter a preocupação com o horário que a empresa vai fechar, por exemplo. O empregador consegue ajustar os próprios horários;

– Economia: dirigir ou se deslocar para o trabalho através de outro meio de transporte, almoçar “na rua”, ficar até mais tarde trabalhando e ter que comprar comida para jantar, tudo isso te faz gastar dinheiro. Trabalhando em casa isso não é mais um problema;

– Sem distrações: queira ou não, trabalhar em uma empresa com muitos funcionários te faz ficar distraído facilmente, seja com a “nova fofoca da vez” ou os papos no corredor. Quando você trabalha sozinho, em casa, tem mais foco e menos distração (desde que o ambiente seja silencioso);

Estrutura do home office

Além desses fatores, precisamos nos atentar à estrutura do home office, já que o ambiente precisa ser saudável e com os equipamentos adequados para te auxiliar no rendimento das tarefas.

A tecnologia é a “faz tudo” no trabalho remoto, pois é através dela que conseguimos nos manter conectados com o mundo e, assim, cumprir com nossas responsabilidades. Seja qual for o seu trabalho, você vai precisar de um bom computador e ferramentas de qualidade para participação de reuniões on-line, acesso à informação, contato com colegas de trabalho, supervisores e equipe da empresa, elaboração de planilhas, ideias, projetos e contatos com clientes.

Um home office sem estrutura tecnológica pode dificultar o trabalho ou até mesmo arruinar todo o processo. Para ajudá-lo a analisar se o seu home office é eficiente, selecionamos alguns itens que vão te ajudar nessa avaliação:

Dispositivos de hardware de qualidade (agiliza o processo);

Ter um computador com software eficaz e ágil (seja modelo desktop ou notebook);

Mouse prático para um manuseio confortável;

Suporte para notebook (o monitor deve estar à altura dos seus olhos);

Teclado comum ou ergonômico (garante mais conforto ao digitar);

Acessórios (mousepad, mochila, pastas, entre outros).

Outras dicas

Um detalhe que merece atenção é com relação aos móveis do home office. Muito importante dispor de cadeira confortável, que esteja posicionada de forma em que sua coluna permaneça ereta e que permita que os pés sempre estejam apoiados no chão; a mesa de trabalho deve estar na altura adequada ao seu corpo, fazendo os olhos ficarem alinhados com o monitor do seu computador desktop ou notebook; a iluminação do cômodo deve ser suave; o ambiente necessita ser silencioso e organizado para que o ajude a manter o foco.

As pausas no meio do expediente também são importantes. Faça pequenos intervalos durante o dia para dar uma caminhada pela casa, preparar algo para comer ou beber, conversar com alguém que more com você, assistir um rápido programa de televisão ou até mesmo para fechar os olhos e meditar por alguns minutos. Isso contribui efetivamente para mais produtividade e proporciona energia para concluir o trabalho do dia.

Em resumo, um home office ideal é aquele que combina: equipamentos tecnológicos adequados conforto ambiente organizado e saudável tecnologia de qualidade.

Home office será tendência no pós-pandemia?

Tudo indica que sim. Mesmo antes da pandemia, o home office já era uma maneira adotada por várias empresas no Brasil. Em um levantamento de 2018 realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), 3,8 milhões de brasileiros já atuavam no trabalho remoto.

Dado divulgado pelo portal online UOL, declarou que “94% das empresas brasileiras afirmam que atingiram ou superaram as expectativas de resultados com o home office”, conforme publicação feita no dia 28 de julho de 2020.

Da mesma forma que beneficia os funcionários, as empresas também acabam “saindo” com bônus dessa experiência. As instituições economizam de várias formas, seja com despesas físicas, de funcionários, contas de água, energia, infraestrutura. Algumas empresas também deixam de alugar o espaço físico e, com isso, economizam com aluguel, IPTU, condomínio, entre outras despesas.

O trabalho em home office também pode ser realizado de qualquer lugar, pois estamos sempre conectados, vivemos na era da tecnologia em que tudo é acessível e prático. Com certeza, a experiência do trabalho em home office deu certo e continuará a ser aplicado por muitas empresas que não necessitam do trabalho presencial no pós pandemia, por isso é importante MANTER e INVESTIR cada vez mais na estrutura do seu home office, principalmente em ferramentas tecnológicas de qualidade e eficiência.