Instalando o SSD para notebook Lenovo

Tempo de leitura: 5 minutos

Melhorar o desempenho do notebook é um desejo de muitos, buscando maior eficiência no uso, seja para fins profissionais ou pessoais. O fato é que esta necessidade é comum para a maioria dos utilizadores e, dentro deste tópico, um dos componentes que ajuda bastante é o SSD.

A sigla vem de Solid State Drive, que acabou sendo traduzido para Unidade de Estado Sólido, em português. A principal função desta peça, que faz parte do hardware, é aumentar a velocidade da máquina, ampliar a capacidade de armazenamento e, desta forma, fazer com que todo o funcionamento seja mais eficiente.

Mas, depois de comprar o componente, o que é preciso fazer para instalá-lo? Neste conteúdo, estamos pensando especialmente em notebooks Lenovo. Como os donos de máquinas desta marca podem agir para que o SSD seja colocado de maneira correta, garantindo a utilização certa e a eficiência prevista para este componente?

Isso é o que mostraremos a seguir, apresentando dicas e passos para instalar o SSD no notebook Lenovo. Depois deste conteúdo, os usuários terão mais tranquilidade para realizar a ação sem maiores problemas.

Antes, verifique compatibilidade

O primeiro passo antes da instalação é muito importante. Trata-se da verificação de compatibilidade. Nem todos os SSD terão funcionamento no notebook Lenovo.

Isso acontece porque há mais de um tipo de SSD. Existem os modelos SATA e M.2. Dentro deste segundo, ainda há diferenciação em relação a entradas, chaves e protocolos de funcionamento. Neste texto, não buscaremos detalhar informações sobre isso, mas fica a importante dica: antes de fazer o investimento, pesquise e confira as informações do notebook Lenovo, em termos de placa mãe, tamanho destinado à colocação de um componente, entre outros.

Por isso, nem sempre o SSD mais caro ou completo será o ideal. Muitas vezes, ele pode parecer perfeito, mas sem compatibilidade com o notebook, não haverá jeito de funcionar.

Como instalar o SSD no notebook Lenovo

Agora que já falamos sobre o detalhe da compatibilidade, é hora de entrarmos propriamente na instalação do SSD no notebook Lenovo. Os passos devem ser feitos cuidadosamente, pois trata-se de peças de valor, tanto as internas da máquina, como a própria Unidade de Estado Sólido.

O primeiro ponto é desligar qualquer ponto pelo qual o notebook possa estar recebendo energia. Não faça o procedimento com ele ligado, muito menos carregando na tomada. É essencial que ele esteja completamente desconectado, até por uma questão de segurança.

Depois, ainda com o SSD fora do espaço do notebook Lenovo, já o coloque em um suporte para discos. É importante este passo, pois ele ficará mais bem acomodado e terá menos chances de se mexer por algum tranco e até mesmo ficar em cima de outros componentes por conta de movimentações internas que não temos como ver ou prever.

Feita esta colocação da placa no suporte, é hora de desparafusar as tampas do notebook Lenovo, chegando até o espaço em que o SSD poderá ser instalado. É importante fazer este procedimento com cautela, pois os parafusos que fecham este gabinete que guarda os elementos internos da máquina são pequenos e específicos para este tipo de produto. Logo, perdê-los renderá uma dor de cabeça desnecessária.

Assim que a abertura for feita, é preciso identificar o espaço exato em que a placa poderá ser instalada. Isso também é um ponto a ser visto anteriormente, no momento de escolha do SSD. Há um tamanho específico, geralmente mostrado em milímetros. Por isso, é necessário que o espaço destinado no notebook seja compatível com o tamanho do novo componente. Se não, o encaixe dará errado.

Neste momento da instalação, há outro detalhe: boa parte dos notebooks não comporta locais para colocação de um SSD e, ao mesmo tempo, manutenção do HD. É preciso, portanto, retirar este segundo componente para que a Unidade de Estado Sólida possa entrar. Alguns notebooks mais modernos já contam com possibilidade híbrida.

É preciso, também, conectar o SSD, por meio de cabos de dados, com a placa mãe do notebook Lenovo. Se isso não for feito, de nada adianta colocá-lo no espaço. A conexão é indispensável.

Agora, é o momento de fechar o gabinete e recolocar as tampas que protegem o compartimento interno do notebook. Antes disso, é importante checar se está tudo correto, para evitar qualquer necessidade de recomeçar o processo. Confira se a conexão foi feita, se a placa está plenamente encaixada, se as posições estão todas certas.

Com uma resposta afirmativa para esta checagem, faça o fechamento, usando aqueles mesmos parafusos que, como citamos, devem ser bem guardados enquanto não estiverem em uso. Principalmente se a pessoa tiver crianças ou animais de estimação em casa, é até uma questão de segurança, para que não peguem e engulam, por exemplo.

Formatação

Com tudo isso realizado, é o momento de ligar o notebook Lenovo e partir para a última etapa. O passo é entrar nas configurações, procurar o local em que esteja o SSD e fazer a formatação. Depois que todo este processo for finalizado, é recomendado que o usuário reinicie a máquina e, se tudo tiver sido feito corretamente, o Lenovo estará pronto para uso.

Assim, o dono do notebook terá condições de usufruir de todas as vantagens de um SSD, com mais velocidade e capacidade de armazenamento para suas necessidades, sejam pessoais ou profissionais.

Em relação à formatação, também é importante saber que alguns modelos já vêm com um SSD embutido e pré-formatado. Não é tão comum, mas é cada vez mais visto, já que este elemento ganhou muita relevância e é cada vez mais usado pelas pessoas. Portanto, cheque se é o caso do Lenovo, até para que a compra de um SSD não seja feita de maneira desnecessária.

Amplie conhecimentos

Para finalizar, lembramos ao leitor que o SSD tem todas as enormes vantagens citadas acima e, para saber mais sobre este componente, também é possível acessar nosso blog. São vários textos com esta temática, sob os mais diferentes pontos de vista. Não perca tempo e confira as melhores informações. Assim, você saberá, também, por que é uma boa pedida investir em uma Unidade de Estado Sólida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *